Review: Restaurante Via Francisco

Esse final de semana fiz uma das coisas que eu mais gosto de fazer: sair pra comer! Viajei com amigos queridos para a cidade dos meus pais e sábado à noite foi dia de turistar e conhecer um lugar novo, o Via Francisco.

O lugar fica em Tremembé (interior de São Paulo), uma cidadezinha bem pequena com uma vibe total de interior. A proposta do Via Francisco é um mix de acontecimentos: é bar, restaurante, café e ateliê. Além das obras de arte, a decoração é “caipira chique” (foi a melhor definição que conseguimos chegar, hahahaha), bem colorida, típica da região, com exposição de quadros e objetos antigos. E como atração musical, um DJ que não abandonou os ares vintage e faz o som com discos de vinil!

Sobre os pratos… Ah, os pratos! Foi difícil escolher, o menu é muito interessante e diferente, comandado pelo chef Pedro Couto. Depois de analisar tudo, cada um escolheu um prato diferente. Eu pedi uma massa recheada com pasta de gorgonzola e pistache, ao molho de manteiga e alecrim. <3

IMG_20150926_213055971-02

O prato de sabor mais inesperado foi o ravioli recheado com carne seca e abóbora.

IMG_20150926_213130183-01-01

E o prato que eu achei mais criativo foi a feijoada invertida.

IMG_20150926_213153592-01-01

E de sobremesa, uma das minhas favoritas: Tiramissu! Vocês sabem que eu amo café, né? Sobremesa com café, então…

IMG_20150926_220821745-01

E sobre o café especial, o que eu posso adiantar é: sen-sa-ci-o-nal! Tão sensacional que merece um post só pra ele, rs. Aguardem! 😉

O valor dos pratos varia de R$ 30 a 40 reais e a sobremesa R$ 10 reais.

Eu amei o restaurante, o ambiente, a comida, o atendimento, tudo! Pra quem for do Vale do Paraíba e região, ou estiver a passeio por lá, vale a pena a visita!

Um beijo!

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio

Continue Reading

Benefícios do café e Latte Art

É um amante do café? E aquela sensação ímpar de acordar e sentir o cheirinho de café pela casa?
Quem me conhece sabe que eu sou uma viciada assumida na cafeína!
Desde que comecei a regrar minha alimentação para uma forma mais saudável, descobri novos alimentos que muito me ajudaram a encontrar alternativas para substituir outros alimentos “não-saudáveis” e até a emagrecer. Um deles foi o bom e velho café.
O café age como um estimulante no sistema nervoso central, aumentando a produção de endorfina e a atividade metabólica do organismo, ajudando no desempenho da atividade física e na queima calórica.
Se consumido dentro do ideal, o café pode trazer alguns benefícios para a saúde, sendo:

  • reduz o risco de desenvolver diabetes tipo 2, câncer e Parkinson
  • reduz os níveis de colesterol
  • rico em antioxidantes
  • auxilia no combate à depressão, no raciocínio e na memória.
  • pode reduzir as dores pós-atividade física em até 48%
Fonte: http://chavena.com/artigos/12-beneficios-cafe-para-saude e http://www.dieta.blog.br/saude-e-bem-estar/77-8-beneficios-do-cafe-conheca-quais-os-maiores-beneficios-do-cafe
Pensando na criação desse post e pesquisando sobre o assunto, conheci o Gabriel Aguiar (@aguiargabriell) no Instagram por meio de sua arte nos cafés, a chamada Latte Art. Entrei em contato e muito gentilmente o Gabriel respondeu às perguntas que fiz.
Ele é de Maceió/AL, trabalha no Coffee Shop São Braz, localizado no Parque Shopping Maceió, há sete meses, onde foi treinado por baristas e acabou se especializando na Latte Art.
1. Você tem alguma formação gastronômica ou fez algum curso profissionalizante na área?

Na verdade não, não na área gastronômica (AINDA! :)). Mas em breve irei ao Rio de Janeiro e até quem sabe fazer a ponte área e dar uma passadinha em São Paulo para fazer cursos na área. 

2. Onde vc aprendeu fazer essa arte nos cafés?
Comecei a trabalhar na São Braz (meu primeiro emprego), há 7 meses. Já nos primeiros dias de contratado, como barista, na verdade, como um aprendiz de barista (ainda estou em formação) fui pesquisar sobre cafés e me deparei com a tal Latte Art. Foi aí que me APAIXONEI pela bebida sagrada.
As artes nos cafés começaram mais ou menos um mês mais tarde. Foi aí que eu comecei a fazer as artes e fui me destacando na empresa e em Maceió. Diante disso, um barista, hoje meu amigo e quem eu muito admiro, George Gepp (@georgegepp), carioca, mas que hoje reside em Recife, contratado pela São Braz e é quem dá treinamento e consultoria em todos os Coffee Shops da rede, veio me conhecer e me treinar. Foi quem me aperfeiçoou.
 
3. Quais os materiais que vc utiliza para desenhar?
Os desenhos são feitos com a crema do leite e com o auxílio de alguns artifícios como, calda e pó de chocolate e até mesmo moldes. Os desenhos mais clássicos e com um grau de dificuldade maior são a tulipa, rosetta e o coração (tendo claro, suas variações) e são formados de uma maneira bem interessante: com o leite vaporizado, vou despejando-o no café, com o auxílio da pitcher que, trocando por miúdos, é uma leiterinha de inox. Dependendo da forma como eu despejo o leite, o desenho se forma. Já os famosos ursinhos, gatos e cachorros que tanto fazem sucesso, são feitos da mesma forma que os citados acima, mas para os detalhes uso uma haste de inox para dar forma às orelhas, olhos e focinho.
4. Você tem alguma dica fundamental para fazer um BOM café?
O preparo de um BOM café, o famoso pretinho básico, se dá por um série de fatores, que vão desde o plantio ao profissional que o faz. Hoje com essa explosão de cafeteiras em todo o Brasil, prezar pela qualidade é fundamental. E isso começa pela escolha do grão, o tipo de torra etc… o ARÁBICO é o que tem mais qualidade, é um grão que nos permite extrair cafés mais refinados e que está na preferência dos clientes mais exigentes.
Mas se a ideia é preparar um bom café em casa, vamos às dicas: Cada etapa do preparo é importante.
1. Use água filtrada ou, melhor, dê ao café o status que ele merece e utilize água mineral. 
2. Prepare somente a quantidade de bebida que vai ser consumida. 
3. Nunca deixe a água ferver, esquente até os 90 ºC. 
4. Existe o pó de café certo para cada tipo de preparação e gosto (fraco, médio e forte). 
5. A data de validade impressa na embalagem do café vale apenas enquanto ela se encontra fechada. Depois de aberta, quanto mais rápido for seu consumo, melhor. 
6. Guarde o café em recipientes bem fechados e, de preferência, na geladeira. 
7. Nunca prepare a bebida ou a coloque na garrafa térmica já adoçada. 
8. Para o preparo em filtro de papel ou coador de pano, a medida ideal fica em 5 ou 6 colheres de sopa de pó para 1 litro de água. Mas você deve variar sempre, buscando a proporção que melhor agrade. 
 
Olhem que demais a versão dos “lugares do Brasil” e “Copa do Mundo”. Demais não?

E achou que o talento acabou? Que nada! Esses desenhos maravilhosos e elaborados que o Gabriel faz nos cafés tem uma razão: além de barista ele ainda é artesão!
No e-mail ele ainda me explicou toda a trajetória dele na arte, indo desde pequeno quando pintava as paredes da casa da mãe dele (kkkkkkk!), passando por um curso profissionalizante aos 14 anos quando aprendeu a pintar telas, até se tornar um artesão profissional de caixas e porta-joias aos 16.
Na página dele no Facebook vocês podem conferir o trabalho dele como artesão – que assim como os cafés, os trabalhos também são admiráveis.
Depois dessa AULA toda eu só tenho a agradecer ao Gabriel e toda a sua simpatia nordestina (adoro a receptividade deles!) ao me esclarecer todas essas questões.
 
Espero que tenham gostado do post informativo/artístico, rs.
 
Um beijo!
Continue Reading