Egotrip // BEDA #29

Em Julho fui a um encontro de profissionais de conteúdo publicitário. Foi bacana, eram pessoas que trabalham na área, interessadas em ouvir palestras de pessoas que também trabalham na área. Ok.

As palestras começaram com duas mulheres, depois veio um cara, depois outro cara, ok.

Num dado momento do dia, o apresentador do evento anunciou o cara da palestra X, disse que se falaram pela manhã e aquela seria uma das melhores palestras da vida dele. Ok.

Entra o cara. Expectativa da plateia lá em cima. O cara diz que mudou completamente o roteiro da palestra dele naquela manhã porque resolveu ~ouvir a sua intuição~. Estava tudo pronto sobre outro tema, mas ele desistiu, achou melhor seguir por outro caminho.

Começou contando um case de sucesso que a agência em que ele é diretor de alguma coisa fez, contou que ganhou vários leões de Cannes, que ganhou alguns prêmios pelo Brasil, que levou uma unidade de uma agência foda de São Paulo para o Rio Grande do Sul, que ganhou muito dinheiro nesse tempo e que tem todas as justificativas plausíveis para ninguém mais abrir agências de publicidade. Por fim, contou que o grande tesão da vida dele está no negócio recente que abriu com o seu irmão, porque viu propósito, viu que o ramo alimentício hipster (ces tem alguma dúvida de que se trata de hamburgueria?) dá mais dinheiro que qualquer coisa, afinal de contas o irmão tinha vontade de trabalhar e ele tinha grana para bancar o negócio. Fim.

Como pode esse mundão publicitário de meldels faltar tanto divã pro povo despejar essas egotrip?

egotrip

 

Me encontre aqui também:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

 

 

 

Continue Reading

Ajuda a segurar esse FoMO, Neymar // BEDA #17

Neymar com sua genialidade já profetizava em seus tweets em pleno 2010 que em 2017 a internet seria um caos.

neymar3

Tenho evitado o fucking vício de pegar o celular para rolar o feed toda fucking hora para ver fucking vários nada.

A primeira tarefa do dia é pegar o celular para rolar o feed do Instagram e do Facebook. Porque imagina… perdi tudo que rolou durante a madrugada, não posso sair da cama sem antes me atualizar dos posts da galera, sem ver as miga passando as férias plenas & belíssimas na Grécia, sem saber que a outra miga já acordou e já correu seus 8km, sem ver o stories da blogueirinha que recebeu um presskit bapho da Melissa. Ah! Também tenho Twitter. Tenho que checar os memes que rolaram, os trending topics e as treta tudo entre os famosos da gringa. Çocoro.

Entro num vórtex e me atraso 40 minutos para sair de casa. Isso sem contar que sou social media e VIVO com a cara enfiada nas redes sociais o dia inteiro. Então que tal tá dando aquela segurada e tá largando um pouco desse vício? Plmdds, Roberta.

neymar

As pessoas/marcas vivem numa necessidade de ser tudo pra ontem, um senso de urgência absurdo, uma ansiedade louca, as promoções são imperdíveis, todo mundo tem que aproveitar enquanto ainda é tempo porque é por tempo limitado… qual o sentido desse desespero todo? Alguém vai perder algum ente querido se aquele post não for visto naquele segundo?

neymar2

A gente vive dominado pela internet. Os estudiosos já encaram o FoMo (“Fear of Missing Out”, ou seja, “medo de ficar por fora”) como um fenômeno social. Não é doença, é fenômeno, comportamento de toda uma geração.

Tenho cuidado cada vez mais do tempo em que fico na internet. O BEDA inclusive me mostrou muita coisa interessante que me tirou o foco das redes sociais. Por exemplo, vi um post da Isa sobre o Inoreader, um leitor de blogs, prefiro passar meus preciosos minutos lendo blogs/conteúdo pensado e escrito por pessoas de opinião a ficar rolando o feed do Facebook por horas e horas, só lendo merda e gente reclamando da vida publicamente.

Me preocupo um pouco sobre esse comportamento/fenômeno social. Vocês imaginam a FÚRIA da galera daqui pouco um tempo? Salve-se e poupe-se quem puder.

deusehtop

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Continue Reading

TAG: De repente 30 // BEDA #16

Conheci o blog da Isa nessa onda de BEDA e vi um post que ela fez respondendo a TAG: De repente 30.

Achei as perguntas incríveis e como estou quaaaase lá, quero responder também. 😀

1. Quando você irá completar 30 anos?

Dia 05 de fevereiro de 2020.

2. Você pretende fazer uma festa grande?

Se possível, sim. Gosto bastante de festas, mas nunca tive o hábito de comemorar. Gostaria de fazer uma festa para juntar amigos e família. 🙂

3. Se você pudesse voltar no tempo, quantos anos você gostaria de ter agora?

Uns 8. Eu adorava minha rotina aos 8 anos: escola que eu adorava, amigos que eu tinha (e que estão quase casados hoje), à tarde fazia natação que eu adorava, brincava com os meus primos, enfim… era uma rotina gostosa. 🙂

4. Você já fez alguma mudança no seu corpo? Qual?

Não. Ter emagrecido e engordado conta?

5. Você se sente velha? Por quê?

Sim e não, ryzos. Sim porque odeio sair de casa à noite, a não ser que seja para um jantar e assim, sair de casa é até as 20h, mais tarde que isso nah… preguiça. Não porque eu amo memes/redes sociais e isso é coisa de gente jovenzinha? Hahahahaha, sei lá, gosto de saber e entender um pouco do universo xófen.

6. Você já desejou alguma vez ter 30 anos?

Já! Quando eu era xófen/quiança eu era fascinada por ser adulta…

7. Na sua infância, como você se imaginava aos 30 anos?

Casada, com filhos, morando em casa própria e com carro próprio. Achava isso porque minha mãe se casou aos 25 e engravidou de mim aos 26. Considerações: 1) os tempos mudaram, não me vejo com filhos aos 27 anos de forma alguma. 2) a expectativa é algo bem distante da realidade, como bem sabemos, huehuehue.

8. E como é a sua vida agora?

Publicitária, que divide apartamento com a irmã, sem filhos, com namorado, sem animais de estimação (ele fica na casa dos meus pais e morro de saudade daquele pequeno <3), trabalha 9 horas por dia para pagar os boleto, a terapia e as brusinha, tenta ~frustradamente~ fazer exercícios e tenta manter uma alimentação saudável porque é o que me resta, hehe.

9. O que você pretende ainda realizar aos 30 anos?

Fazer alguma tatuagem talvez, viajar para fora do país talvez e mudar de casa talvez. A vida é um loop de talvezes, afinal.

ticket

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Continue Reading