Receita: chips de batata doce!

Um dos alimentos presentes na dieta da galera que frequenta as academias, principalmente a galera que tem o objetivo da hipertrofia, é a batata doce.

Ela possui baixo índice glicêmico, ajuda a controlar o colesterol, fortalece o sistema imunológico, ajuda na prevenção de anemia, rica em vitaminas A, C e E e é fonte de ferro e cálcio. 

A forma usual de preparo dela é cozida e acompanhada de peito de frango. Um verdadeiro clássico maromba!

Para mudar um pouco a textura e o sabor, os chips de batata doce são uma boa pedida! Eu adoro e preciso me controlar para não comer muito, hahaha.

Passo 1: cortar as batatas em rodelas finas (eu não retiro a casca, apenas lavo bem e corto).

Passo 2: cozinhar as batatas em água fervente por 8 minutos (usei 4 batatas médias, gosto de fazer uma porção razoável para ir comendo por uns dias).

Passo 3: escorrer as batatas (foto 1).

Passo 4: dispor as batatas em uma assadeira, adicionar sal e azeite à gosto ou qualquer outro tempero que desejar (foto 2).

Passo 5: colocar em forno médio, uns 180-200 graus, por uns 30 minutos e ficar de olho sempre. O ponto certo é quando as bordas começam a dourar.

E voilá!

Chips de batata doce crocantíssimos e prontos para acompanhar refeições marombas!

Gostaram da ideia?

Um beijo!

Continue Reading

Minhas receitas fit – parte 1

Quem me acompanha no instagram (@robertaluglio), já deve ter visto por lá um pouco das minhas invenções e readaptações de receitas fit.
Acho que boas ideias são sempre muito bem vindas, pois só quem vive de dieta sabe o quão cansativo é viver na “restrição” alimentar no quesito gordice. Restrição apenas por um lado, pois a variedade de alimentos permitidos em dietas saudáveis é bem grande.
Olhem só minhas preparações favoritas:


1. Crepioca e suas variações
Como mencionar a culinária fit sem citar a tão querida e viciante CREPIOCA? hahaha
Toda vez que posto no instagram alguma crepioca alguém pede a receita, comenta que fez e adorou. É puro sucesso!
A base dela é 1 ovo e 1 colher de sopa de tapioca. A partir disso a imaginação e a criatividade rolam soltas. Dá para fazer várias adaptações, tanto no doce, como no salgado. E o recheio também fica à gosto.
2. Ovos ao molho
Tenho a impressão de que essa receita seja milenar, pois já ouvi tias minhas dizendo que minhas bisavós faziam para elas quando crianças (kkkk!) e cá está a receita dando aquela mão na roda para os adeptos de dieta em pleno 2014.
A começar que o molho de tomate é um dos permitidos e mais usados por quem faz dieta, devido ao baixo teor calórico e ovo então não preciso nem dizer, né? haha. Presente em quase 100% das dietas como fonte de proteínas, super versátil, cabe em mil e uma preparações.

Na foto fiz um refogado de cebola, cenoura e cebolinha; adicionei o molho de tomate caseiro (feito pela minha mamãe! <3); incorporei tudo e quebrei os ovos; deixei em fogo baixo, tampei a frigideira até que os ovos ficassem no ponto.



3. Macarrão de abobrinha
Há quem diga que berinjela e abobrinha são as “carnes” dos vegetarianos. Preciso concordar, pois além de muito saborosas, são dois legumes que vão com tudo, fáceis de preparar e não exigem nenhuma frescura.
Vi essa receita em vários perfis por aí, fiz e aprovei demais! Fica saborosíssima, é low carb, amiga da refeição noturna (refeição em que geralmente se suprime o carboidrato), além de ser prática.

Macarronada low carb sem segredo: corte a abobrinha em fitas com um descascador de legumes, refogue por pouco tempo (pois se passar do ponto fica mole) no azeite, alho e demais temperos desejados, cubra com molho de tomate (para ficar mais magrinho) e sucesso!



4. Torre low carb de tomate e queijo branco
Essa receita foi inspirada em uma receita do blog da Mimis. Outra ótima opção de jantar sem enfiar a cara no carboidrato.

Sem mistério de novo: empilhe rodelas de tomate e fatias de queijo branco de forma alternada, regue com um fio de azeite e polvilhe orégano e sal. Simples assim.



5. Leite condensado fake para comer com salada de frutas
Eu sempre adorei salada de frutas e sempre adorei mais ainda o leite condensado que acompanhava a salada de frutas, hahaha.
Um dia em casa, deparei-me com essa questão nada light e resolvi criar um “leite condensado” para acompanhar a saladinha.

Criação que foi puro sucesso e não dispenso na minha salada de frutas: meio pote de iogurte desnatado, 3 gotinhas de essência de baunilha, 1 colher de sobremesa rasa de açúcar demerara. Se quiser, pode adicionar suco de meia laranja.




Viram como comer saudável não tem dificuldade? Todas as preparações mostradas aqui foram feitas em menos de 10 minutos. Praticidade é meu lema! rsGostaram das receitinhas?

Um beijo!

Continue Reading

Receita: escondidinho de carne com abóbora

Mais uma receitinha detalhada aqui para vocês!
No instagram quando posto fotos às vezes fica ruim de explicar o passo a passo, aqui no blog em formato de post tenho mais espaço e fica mais clean, hahah.
1. Cozinhar a abóbora japonesa (compro descascada na feira já, facilita muito!) em água fervente até ficar macia.
2. Refogar a carne moída (usei 400g de patinho moído) à gosto. No refogado usei:
  • uma colher de sopa de azeite extra virgem
  • uma cebola pequena cortada em pétalas
  • um dente de alho amassado
  • pimenta biquinho
  • azeitonas verdes picadas
  • chimi churri
  • molho inglês (adoro usá-lo com carnes! acho que combina bastante!)
  • molho de pimenta 
  • pimenta do reino
  • sal
3. Para fazer o purê de abóbora:
  • amassar a abóbora com o garfo
  • em uma panela, incorporar à abóbora uma colher de sopa rasa de margarina light e um pouco de leite (foi no olhômetro mesmo), até que o purê fique com uma textura homogênea.
4. Montar em uma travessa: a carne refogada e o purê de abóbora.
Se quiser acrescentar queijo por cima e levar ao forno para gratinar, fica à critério de quem fizer, rs. Eu optei por não adicionar queijo e deixar a receita numa versão mais light mesmo.
Dá para servir com algum legume cozido e uma saladinha de folhas verdes (que não apareceu na foto) e almoço ou jantar feito!
Prático, rápido e saudável!
Gostaram da ideia?
Um beijo!
Continue Reading