Shampoo // BEDA #24

Meu cabelo fica bom com qualquer shampoo, mas minha cabeça não, heheh.

Explico.

Meu cabelo é naturalmente liso, castanho escuro, não tem química nenhuma. O fio fica sedoso com shampoo neutro, shampoo pra cabelo seco, shampoo pra cabelo oleoso, shampoo para cabelo cacheado (!!), shampoo para cabelo tingido etc. Não faz diferença alguma.

shampoo

Mas, de uns anos pra cá, descobri que tenho dermatite seborreica que, segundo doctor Google: “Doença cutânea que provoca manchas descamativas e vermelhas na pele, principalmente no couro cabeludo.”. Descobri a tal doença cutânea em uma época que estava com muuuuuita queda de cabelo. Era preocupante. Toda vez que lavava o cabelo saía um ouriço na minha mão e quando eu secava caia outro ouriço no chão.

Antes que vocês fiquem imaginando coisas, meu couro cabeludo não é nenhum absurdo da literatura dermatológica, tipo aqueles casos extremos que dão urgh de olhar. Não tenho caspas aparentes, mas se esfrego a mão sinto que saem descamações (que seriam caspas?) e às vezes sinto uns “cravinhos”.

Fui a um dermatologista e saí de lá com uma LISTA de shampoos e loções para tratar o bendito couro cabeludo. Vocês sabem bem como são essas LISTAS de dermatologista, né? Lista de pessoa ryca, bem sucedida ou herdeira. Como não sou nada disso, fiz o tratamento por dois meses e depois larguei. Tive que dar meus pulos.

Busco sempre usar shampoo transparente/antirresíduo porque meu cabelo é oleoso na raiz. Mas, vejam bem, descobri nessa saga do cabelo que alguns shampoos, de TÃO desengordurantes, acabam tirando a gordura natural/normal dos fios fazendo com que o couro cabeludo produza mais óleo ainda. Foi o caso dos shampoos da Seda pra mim.

Obs: não pratico low po ou no poo, ok? 

De tanto testar shampoos, encontrei uma solução que não custa uma viagem internacional para as Maldivas. Segue:

shampoos

1. Tresemmé Detox Capilar

Esse shampoo é tipo um detergente, hehe. Faz espuma pra caramba e limpa MESMO. Eu lavo o cabelo todos os dias e alterno o uso dele com os outros. Devo usá-lo umas 3 vezes por semana, senão o cabelo fica muito seco.

Inclusive, vi a indicação desse produto no blog Juro Valendo e falei dessa informação abençoada nesse post aqui.

2. Dove Baby Hidratação Sensível

Amoreco! ❤

Peguei esse shampoo no supermercado sem grandes pretensões. Escolhi primeiro por ser de bebê e segundo por ser para pele sensível. O cheiro é delícia, não tem cheiro de talco (não curto – por que raios as marcas insistem em fazer produtos de bebê com o mesmo fucking cheiro?), não é transparente, hidrata na medida certa. Uso também para lavar o rosto e tirar maquigem, pois não arde o olho.

3. Johnson’s Baby Hora do Sono

Johnson’s Baby é coringa, todo mundo conhece. Dá pra lavar cabelo, lavar o rosto, tirar maquiagem à prova d’água, lavar pincel, é super versátil. Escolhi o ‘hora do sono’ porque o cheirinho é gostoso e também porque tenho insônia, hahahaha. Também uso pra lavar o rosto e tirar a make. 😉

➡ Shampoos de bebê são neutros, significa que tem pH 7. Quanto mais ácido o pH, mais resseca o cabelo. Quanto mais alcalino, mais hidrata.

4. Cetoconazol. Vale qualquer marca, compro sempre o mais barato da farmácia. 

Princesinho da minha vida. Esse shampoo sim me ajuda muito com a dermatite seborreica e com a queda! Antes eu achava que ele só servia para tratamento de caspa, mas que nada. Ele controla bem a oleosidade, a queda de cabelo e faz com que eu tenha menos descamação. Alterno esse shampoo com os outros de bebê, porque ele dá uma secada boa no couro.

shampooo

Basicamente isso. Lavo sempre duas vezes, a primeira com algum shampoo que limpe/seque o couro cabeludo e a segunda vez com algum shampoo de bebê pois sou sensível, rysos.

Sou aloka das alternâncias de shampoo e achei que foi a solução pro meu cabelo. 😉

Alguém tem alguma recomendação de shampoo bapho?

 

Me encontre aqui também:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Continue Reading

Minha vida sem alicate // BEDA #10

Hoje é dia 20 e seguimos dedicadíssimos no BEDA! ❤

Decidi que eu pararia de tirar as cutículas em 2012. Tentei por umas 2 semanas, hidratei loucamente e a falta de paciência fez com que eu tirasse tudo e desistisse do processo.

2016. Bateu a preguiça, a falta de paciência para fazer as unhas e a vontade de parar de tirar as cutículas. Comecei a pesquisar na internet, e descobri que:

  • cutículas protegem as unhas, fazendo com que elas não cresçam onduladas
  • dá para trocar de esmalte com mais frequência
  • a gente economiza tempo cuidando das unhas, uma vez que é só dar uma empurradinha e esmaltar.

img_20161102_173913274-01

Todos esses argumentos me conquistaram e eu decidi que era o fim de uma vida tirando cutícula.

Todos os dias antes de dormir, religiosamente, me dedico a besuntar minhas cutículas com a santa pomada Bepantol (um beijo ao criador disso! Mddcéu, como pode ser tão útil?)

Durante o dia, eu hidrato com a cera nutritiva para cutículas da Granado, porque não rola ficar com os dedos melecados de pomada digitando no teclado da firma, né? Deixo minha cera do lado do computador e sempre que lembro passo um pouco. 😉

Depois de 1 mês, eis o resultado:

img_20161010_135730350-01

Por enquanto seguimos firmes e fortes no processo de hidratação, a pele já está inteiriça e o que eu mais quero no momento é que as cutículas diminuam de tamanho.

Update: depois que escrevi o post, resolvi arredondar minhas unhas. Elas quebram MUITO menos. E tá, as unhas não estão aquele exemplo de hidratação hoje, heh.

FullSizeRender

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

Continue Reading

Necessaire necessária // BEDA #9

Há uns 7 anos atrás eu era ALOKA da maquiagem. Acho que todo mundo era, na real.

Tudo que eu consumia na internet – e fora dela – era maquiagem: tutoriais, marcas importadas, marcas nacionais com produtos bons, lojinhas (o Morangão ainda existe?) etc etc etc. Vocês também viveram esse surto da maquiagem?

Há 7 anos atrás eu comprei MUITA maquiagem e hoje em dia tenho MUITA coisa que não uso. E olha que já fiz uma seleção e doei coisas umas 3 vezes. Não sou maquiadora profissional e não tenho motivos para ter tanta coisa assim.

Faz bem uns 3 ou 4 anos que parei de comprar maquiagens like a freaking. Só compro o que eu realmente uso e compro porque o produto acaba – inclusive, nessa linha, eu descobri que o corretivo da Mary Kay é ótimo, custa 40 reais e parei de viver refém do corretivo da MAC de cento e carambolas reais.

A vibe do minimalismo tem me conquistado bastante. <3

Nessa foto, apresento-lhes minha necessaire:

MaquiagensRoberta

  • Corretivo Mary Kay
  • Studio Fix MAC
  • Lip Balm Burt’s Bees – amo!
  • Máscara de cílios Loreal Million Lashes
  • Lápis para sobrancelha Vult – cor universal
  • Máscara transparente para sobrancelha – Vult

That’s it.

Com essa meia dúzia de coisas (sete, ok) eu vivo todos os dias. Quando rola uma inspiração extra uso um batom diferente, às vezes rola um iluminadorzinho, a sombra uso o mesmo produto brilhante do iluminador e olho elaborado/esfumado com mais de uma cor de sombra só em ocasiões especiais tipo casamento.

Me sinto mais eu mesma com pouca coisa na cara, sabem? A LIBERDADE GENTE ELA É MARAVILHOSA. Experimentem essa sensação.

Se alguém aí também carrega a mesma meia dúzia de coisas na necessaire, deixa um comentário aqui e me conta quais são seus trunfos, vou adorar saber. <3

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

beda

Continue Reading