Mark your mind as safe

markassafe

Em tempos de dualidades extremas e instabilidades emocionais, a nossa mente vira refém de tudo e de todos que nos cercam. São julgamentos, conclusões, opiniões demais e no fim das contas é aquele caos.

Faz uns dias que a minha inspiração para alimentar blog e redes sociais não dá as caras. Faz uns dias que vivo conectada para resolver questões pessoais, demandas da vida adulta.

Além disso, também tenho trabalhado para alterar o layout do blog – como vocês obviamente perceberam e também devem ter percebido algumas falhas – eu sou só uma blogueira metida à programadora. Calma, tudo se ajeita.

Não pretendo abandonar o blog, isso é tudo o que mais gosto de fazer na vida e custei a chegar até aqui – quem me conhece mais de perto sabe bem da trajetória.

Pode ser que essa fase mais reclusa deva ser o tal do “bloqueio criativo” (acho curioso esse título que alguém um dia deu e todo mundo faz uso por aí). O “bloqueio criativo” nada mais é do que uma onda de falta de inspiração, misturada com ausência de ideias, agravada por circunstâncias da vida adulta.

Pode ser que essa fase mais reclusa seja um momento de foco. Estou tentando fazer o que deve ser feito e, dentre as milhares de coisas que devem ser feitas, preservar a minha mente é uma delas. Para mim, a saúde mental é essencial.

Do lado de cá da tela tem rolado um turbilhão de coisas. São horas de sono perdidas every single night, a mente exausta, a cabeça chapada de dor no dia seguinte, vários valores pessoais colocados em xeque e por aí vai. É hora de “slow down!”.

Peço um pouco de paciência e compreensão de vocês, leitores queridos. Calma, tudo se ajeita. 🙂

Um beijo,

Roberta. <3

Facebook Comments

Leia também