Café por aí: O Café

Há algum tempo, vi esse post e deixei aqui salvo. Essas cafeterias entraram para minha lista de prioridades.

Semana passada fui ao “O Café” para almoçar e conhecer o lugar.

menu

A começar por essas lâmpadas incandescentes que me encantaram logo que entrei. O local é pequeno, mas bem com espaço bem aproveitado. Achei um charme as paredes em madeira in natura, folhagens e prateleiras expondo utensílios para café.

ambiente

Apesar de ser uma cafeteria, o cardápio é bem servido com opções de almoço, café da manhã e lanches. Eles servem saladas, massas, quiches, salgados, tapiocas e sobremesas. E claro, cafés e bebidas preparadas com café.

Para o almoço, eu pedi a massa do dia, um ravioli delícia, com massa de mandioquinha, recheado de presunto parma e queijo brie. Meu namorado pediu uma lasanha à bolognesa.

ravioli

Achei o molho bem gostoso, de tomate verdadeiro – fico bem incomodada quando peço massas e o molho é industrializado, parece que perde todo brilho do prato, rs – adorei a massa de mandioquinha e o recheio, estavam saborosíssimos! Essa massa saiu por R$22,90.

lasanha

Meu boy também gostou bastante da lasanha (ele pediu a pequena), disse que a massa era leve, era bem recheada e o molho à bolognesa era bem gostoso também. A lasanha saiu por R$23,90.

Quando estávamos almoçando, vi umas quiches com salada passando para as mesas do lado e confesso que fiquei bem curiosa para experimentar! Eles tem opções veganas com abóbora que afff, me conquistou só pelo visual… eu sou vidrada por uma salada (é sério e não estou zoando! hahah)! Em breve pretendo voltar ao O Café para experimentar esses pratos. 🙂

Depois das massas, pedimos um café cada e uma sobremesa: o Tea Cake, bolo queridinho da casa.

O Tea Cake é feito com farinha integral, açúcar mascavo e coberto com doce de leite argentino MA RA VI LHO SO! Sério, comeria litros só do tal do doce de leite argentino, hahah. O Tea Cake saiu por R$11,20.

bolo

Como toda boa cafeteria que se preze, O Café oferece vários tipos de métodos de extração, dentre coados e tipos de espressos. Eu sempre gosto de experimentar os cafés coados, porque gosto do sabor mais suave, mas optei por um espresso carioca, que nada mais é do que o espresso tradicional de 30 ml com mais 30 ml de água.

Achei muito interessante e bem explicado o cardápio de café deles. Os cafés extraídos na máquina vem com a descrição da quantidade de bebida e ingredientes, como o espresso tradicional de 30ml, o carioca que tem mais água, o macchiatto que vai leite etc.

Uma coisa que nos chamou atenção, foi o fato do espresso de 30ml e o de 50ml custarem o mesmo valor: R$4,60. Perguntamos para a barista e ela nos explicou. O café espresso mundialmente tradicional é servido em doses de 30ml, mas o brasileiro está acostumado a tomar doses maiores, de em média 50ml de bebida pronta. Inclusive, já expliquei isso nesse post aqui.

Nós gostamos bastante da proposta de refeições e do próprio café do Café. Vale muito a pena conhecer quem estiver pela região da Berrini. O Café fica na Rua Flórida, 1598, Brooklin – São Paulo. Eles também tem Fanpage no Facebook. 

Espero que tenham gostado! <3

Um beijo!

 

 

Siga o blog nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter | Snapchat: robertaluglio

Facebook Comments