Ansiedade // BEDA #8

22:26

ai, preciso acordar cedo amanhã. mas será que acordaria disposta pra ir na academia? vou colocar o despertador pras 6 horas, então. e um outro alarme pras 7:30, caso eu não acorde disposta. mas putz, amanhã é dia de confraternização na firma, não sei se vou levar marmita, acho que não tenho comida pronta na geladeira, talvez eu coma fora mesmo, uma saladinha de boa para não perder a fome e aproveitar os quitutes da contraternização à tarde. se eu for comer fora, preciso ir de tênis confortável para andar um pouco, porque é provável que as pessoas queiram ir naquele restaurante longe. não sei qual dos meus tênis eu vou e também não sei com quais peças compor o meu look. preciso ver a previsão do tempo para saber que roupa usar, então. acho que vai fazer sol durante e o dia e à noite sempre dá uma esfriadinha, vou pensar em usar um tênis + aquele cardigan rosa. mas ué, o que combina com cardigan rosa? vou dar uma pesquisada no pinterest amanhã enquanto tomo café, é sempre bom ter alguma inspiração. ah! mas fiquei com preguiça de lavar e secar o cabelo hoje, então vou acordar umas 7 para dar tempo de lavar e secar o cabelo. porque raios tenho esse cabelo oleoso que precisa lavar todo dia? antes que eu me esqueça, vou passar pomada nos lábios para hidratar, o inverno acaba com a minha pele. acho melhor eu pensar numa tela em branco pra conseguir dormir logo, senão dá-lhe mais um dia de insônia.

22:27

ansiedade

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments

Moeu, f*deu! // BEDA #7

Ganhei um moedor de café elétrico da Cadence no natal do ano passado e posso dizer que foi um divisor de águas na minha vida sempre em busca por bons cafés.

moedordecafe

(imagem reprodução)

Fico meio assim em dizer que me tornei uma pessoa ~chata~ and exigente para tomar café porque não é legal ser xarope na vida, hahaha… mas sabe aquele hábito bom adquirido que fica difícil desapegar? Pois é.

Costumo a comparar o gosto por bons cafés com bons vinhos: quem aprecia um bom vinho, de uma boa safra, de um bom produtor, sabe como é nítida a diferença a ponto de ser ruim tomar vinhos de qualidade inferior. Com café é a mesma coisa. 

“Aprender a tomar café” foi uma das melhores coisas que fiz na vida. Primeiro comecei tirando o açúcar (tenho um post detalhado sobre isso), depois comecei a apreciar grãos especiais e agora busco por métodos que deixam o resultado melhor e dentre eles: o tal do moedor.

Aqui em casa só compro café em grãos e faço a moagem apenas do que vou tomar na hora. O método que utilizo é o coador mesmo.

Café moído na hora são outros 500. Nem parece o café torrado e moído que vende no supermercado, sério.

moedorcafe

Ele fica com o corpo mais leve, mais adocicado, nada amargo e para quem é acostumado a tomar café adoçado, eu arrisco em dizer que dá sim para tomar sem açúcar.

Dos cafés que eu já provei, recomendo muito os grãos da Wolff, da Unique (o frutado é *amazing*) e os grãos vendidos no Coffee Lab.

Eu recomendo muuuuuito esse moedor da Cadence, é pequeno, não é muito caro e o cheiro de café moído na hora, EITA JESUS MARAVILHOSO. Cês vão amar! <3

moedorcafe_b

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments

Favoritos de Julho // BEDA #6

Criei essa editoria em julho do ano passado para falar um pouco dos meus favoritos do momento.

Meu Deus! Não fazia ideia do tanto de tempo que fiquei sem postar! Sorry! Eu super me interesso por essas listas nos blogs que leio por aí e me servem muito como referência de ideias.

1. Estou lendo

livro rita lee

Rita Lee, uma autobiografia

Sou mega fã da Ritinha. Paulistana, sagitariana com ascendente em Aquário, mulher porreta e doida de tudo. Me identifico demais com essa figura. A leitura é leve, as histórias são diversas e cativantes. Recomendo muito!

2. Assisti 

minimalism

“‘Minimalism’: um documentário sobre as coisas importantes”

Dia desses vi o documentário sugerido pelo Netflix. Apertei play sem muitas expectativas e vi sentido em muita coisa colocada ali. O documentário mostra como a gente vive imerso na falsa necessidade de consumir para estar no padrão e mostra também que grande culpa desse anseio por consumir é da publicidade e das redes sociais. ¯\_(ツ)_/¯

Tenho trabalhado bastante a mente para entender o que é realmente necessário para viver e para ver as coisas que tenho como suficientes. Depois que li o livro da Marie Kondo, tenho pensado bastante antes de comprar peças de roupas e tenho desapegado mais fácil das coisas que não uso mais.

Falando nisso, criei até uma lojinha no Enjoei com os meus desapegos e em breve pretendo subir mais alguns itens.

3. Fazendo zines

zines

Zines! Sim, agora tenho um hobby para chamar de meu.

Tenho histórias de monte na cabeça e talento de menos para ilustrá-las, hahahaha, mas sigo persistente. Tenho tentado algumas técnicas de ilustração, colagem, teste de papéis, canetas <3, materiais etc.

Desde criança eu sempre fui viciada em artigos de papelaria. Voltar a ter contato com essas coisas me faz voltar no tempo e tem funcionado até como terapia: acalma a cabeça, serve pra colocar as ideias pra fora e ainda tem a oportunidade de compartilhar a “obra” com os amigos. Show de bola.

Em breve pretendo fazer um post só falando sobre meus zines, artistas e ilustradores que sigo, zines que tenho etc. 😉

4. Pinei no Pinterest

pinterest1

– esses tons de branco, preto, cinza e millenium pink estão em tudo quanto é lugar, né? Eu juro que tento não seguir modinha, mas poxa, são minhas cores favoritas! Fico mega sugestionada a pinar esses ambientes encantadores.

– carimbos de cactus: cacto também é modinha, mas carimbo fica tão legal no papel. Tô tentando desenvolver uns carimbinhos maneiros para os meus zines. Aguardem.

– tenho pesquisado bastante referência para ilustrar. Gostei dessa menina com a cara enterrada no livro, hehe.

 

Esse foi um pouco do meu mês de Julho e espero seguir firme com essa editoria 😀

Beijoca!

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments

Blogs que eu leio // BEDA #4

“Esse post foi feito antes do BEDA 2017.”

A internet é essa coisa maravilhosinha. Aqui conheci pessoas incríveis e acho que somos muito honrados em poder continuar o contato com essas pessoas através dos blogs e redes sociais.

Nesse post, vou indicar algumas pessoas que leio sempre. 🙂

1. Hariana Meinke

capasite

Sigo a Hari há um tempão, talvez eu seja uma das seguidoras mais antigas dela, hahahaha. Lembro que segui o fotolog dela em 2005, nos adicionamos no Orkut e hoje nos temos nas redes sociais atuais. Já até nos encontramos pessoalmente, ela é um amor em pessoa. O conteúdo dela é igual a ela, super amorzinho. <3

2. Gabi Barbosa

logo

Descobri a Gabi pesquisando sobre minimalismo, moda, estilo e armário-cápsula. A Gabi faz combinações de peças incríveis, nas quais eu me inspiro muito. Também adoro os textos dela, sempre objetivos e esclarecedores.

3. Desancorando

header-8

Esse blog me faz instantaneamente ter vontade de tomar chá. A Maki é viciada em chá, fala sobre momentos tão especiais com o chá que me sinto abraçada and aquecida pelos textos dela, heh.  Ela fala sobre organização, redes sociais, blogs etc.

4. Na nossa vida

logo-nossa-vida-600

Comecei a seguir a Isa no instagram porque as fotos dela são de babar, ela tem um estilo “blur” que eu adoro. Ela fotografa a casa fofa, o namorado e dois cachorros gracinhas. <3 Depois de um tempo descobri o canal dela e em seguida o blog. Adoro os posts sobre DIY e corrida. Amo esses dois assuntos. 🙂

5. Comprando Meu Apê

CMP

Sou veterana entre os seguidores da Bruna também. Sigo a Bruna desde que o blog dela começou, porque gostava do layout de pastilhinhas turquesa, haha. A Bru fala sobre finanças, organização, dicas para a casa e decoração. Fofa! 🙂

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter 

 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments

Quando a internet era mato // BEDA #3

Eu tenho orgulho em falar que sou do tempo em que a internet surgiu ~aquariana feelings~.

Lembro do primeiro PC que tivemos em casa, era branco, de tubo e todo mundo da minha família compartilhava aquele único PC 386. O sistema era Windows 95, tinha descanso de tela de canos coloridos, joguinhos como o Chip’s Challenge que eu amaaaaava e era fera.

chip

Lembro até que tive aulas de informática na escola e aprendi uns truques no MD-DOS – me sentia A HACKER fazendo aquelas coisas.

Com 12 anos, conheci o ICQ. Ai que amor e ai que saudade. Lembro o número até hoje. O barulho de mensagem era aquele “ô-ou” (clique aqui para ouvir) mágico e quando alguém ficava online fazia um “toc-toc” incrível também. Virava noites conversando com os meus amigos porque internet, imagina, era discada, lenta pra caramba e só depois da meia noite porque pagava um pulso só.

giphy-downsized

Depois disso, veio o Fotolog. Ai que amor e ai que saudade e ai que vergonha. Só podia postar 1 foto por dia e só cabiam 10 comentários por foto. A gente bem malandrops que era, copiava os primeiros 10 comentários, colava em outro comentário gigantão para que novas 10 pessoas comentassem pra você. TRETA.

FOTOLOG

 

Pois vejam… achei uma foto minha no fotolog de uma menina que nem tenho mais contato. Isso era 2006.

Ah, depois também teve o falecido Orkut. RIP. Lá tinham as inesquecíveis comunidades que o Facebook, Instagram e a Mark Zuckenbergtização não conseguiu superar, #sorrynotsorry.

sdds-orkut-1

Também tinha MSN que morreu, tinha mIRC, tinha MySpace. Era tudo mato.

Eu sinto saudade dessa época da internet porque foi lá que eu me interessei primariamente por blogs. Os blogs eram literalmente “queridos diários”.

Por essas e outras que eu resolvi fazer o BEDA. A adolescente que há em mim ainda ama essa coisa de querido diário. <3

giphy-downsized (1)

Não deixe o blog morrer, não deixe o blog acabar, o povo precisa de blog, de blog pra gente blogar! 

*BREGA*

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments

TAG: meus 7 posts // BEDA #2

Segundo post, olar!

Faz um tempo que vi essa tag em algum blog e mantive o post anotado na notinha no meu celular “ideias de posts”. Qual blogueira não tem uma notinha dessas, afinal?

Bora lá!

1. o post mais bonito

Senti tanto orgulho no dia em que escrevi esse post. Primeiro porque foi 8 de março, dia das mulheres e segundo porque divulguei arte de pessoas bacanas que sigo por aí. Desenho tem amor envolvido, né? Por isso que é bonito: Dia das mulheres ilustrado

princesa_leia

2. o post mais popular

Fiquei na dúvida se colocaria esse post como post mais popular, ou post cujo sucesso surpreendeu. Escrevi esse post muito despretenciosamente, porque mudei de academia – fui da BioRitmo para SmartFit – e tinha os pontos comparativos em mente.

Até hoje o post bate recorde de views todo mês. Vários amigos que pesquisaram sobre as academias na internet me disseram que acharam o meu post. É muito orgulho, babe. Aqui: Bio Ritmo x Smart Fit: qual vale mais a pena?

bioritmo

3. o post que mais gerou discussão ou controvérsia

Não era para menos. Sei que meu conteúdo é positivo e felizinho. Mas, quando eu escrevi, senti que precisava escrever aquilo porque me senti incomodada com uma foto que vi no Facebook e sabia que muita gente não concordaria. Tá aí: Os prazeres doentios do CrossFit

Newer+Box

4. o post que ajudou ou ajuda muita gente

Esse post foi outro exxxtouro! <3

Tive muita dificuldade de achar um vestido longo de festa quando fui madrinha e sei que o Bom Retiro em São Paulo é referência no assunto. Mas, aquela coisa, né? É referência para quem manja dos paranauê. Eu não manjava e tive que garimpar bastante. Contei minha garimpada toda, concluída com sucesso e com pechincha, aqui nesse post: A aventura do vestido de madrinha – a Feira do Vestido de Festa vale a pena?

 

IMG-20151218-WA0015

5. o post cujo sucesso surpreendeu

Eu gosto de preto, branco e coisas minimalistas. Um belo dia resolvi juntar minhas referências do Pinterest em um post e foi super sucesso. Ainda to sem entender, mas tá aí: Decoração: estilo escandinavo

decor_escandinava5-horz

6. o post que não recebeu a atenção que deveria

Muita  assim, muita gente me pergunta como foi minha trajetória profissional, como eu mudei de Direito para Publicidade, se eu me arrependi por ter feito Direito e não ter seguido a carreira, como foi o processo de mudança etc.

Por conta disso, resolvi fazer uma série de posts porque em um único post seria difícil contar a história toda, criei a #socialmedialife, com 3 posts contando esse caminho percorrido:

  1.  Como o blog começou
  2. Por que mudar?
  3. Ready, set, action!

social-media-image

7. o post que tem mais orgulho

O post pelo qual me levou pra TV, hehe. Fiz um post explicando a minha aparição na Record, mas esse nem é o post pelo qual eu mais me orgulho. Graças à primeira parte da minha história de emagrecimento, sem orgulho e com remédios, eu fui pauta de uma reportagem de uns 30 segundos no horário nobre da TV Record, hahaha! No post conto como foi a época em que tomei Sibutramina, os efeitos que tive e como reverti isso, olha só: Minha história com a Sibutramina – versão 2.0

IMG-20160111-WA0013-01

 

Nunca tinha feito um post compiladão dos meus melhores posts. Confesso que bateu um orgulhinho da caneca que eu tento manter sempre cheia por aqui. <3

Beijoca!

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter 

 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Facebook Comments