Cinema: Zootopia e o recado bem dado

Este final de semana fui ver “Zootopia” e como fã de desenhos animados, principalmente os da Disney e Pixar, eu não poderia ter achado melhor!

O filme dá o recado muito bem dado sobre questões sociais complexas e polêmicas, como feminismo, corrupção, bullying. oportunidades igualitárias e padrões impostos. Lidar com questões sociais polêmicas não é fácil e a Disney conseguiu (como sempre) fazer isso de forma clara e bem humorada.

O que mais gostei no filme, foi a questão da busca pela profissão dos sonhos, abordada pela protagonista, a coelhinha fofa, inteligente e determinada Judy Hopps. Contrariando seus pais que desejavam um futuro tranquilo na plantação de cenouras da família, Judy saiu do interior e mudou-se para a cidade grande para realizar seu grande sonho de ser uma oficial da Polícia.

Nessa hora ficou clara a importância de identificarmos nossa missão de vida, o motivo que nos faz acordar cedo e felizes para ir à luta. <3

ZOOTOPIA – JUDY HOPPS, an optimistic bunny who’s new to Zootopia’s police department. ©2015 Disney. All Rights Reserved.

Judy se deparou com a realidade de morar sozinha, acordar cedo, dar atenção à família, trabalhar num departamento só de animais homens e ainda lidar com funcionalismo público vagaroso e corrupções dos cidadãos de Zootopia.

Lá, Judy também conheceu Nick Wilde, um sabichão e esperto que tirava vantagem de tudo, até que Judy chega e o faz descobrir valores do bem importantes sobre o caráter de Nick.

zootopia-preguiça

Outro ponto que achei GENIAL em Zootopia foi a referência de outras obras em alguns momentos do filme, como “Breaking Bad” e “O Poderoso Chefão”. 😀

zootopia-godfather

Zootopia-Breaking-Bad

 

Adoro quando as produções se inspiram e fazem releituras de obras! Taí um grande exemplo de usar uma referência como inspiração e dar uma cara autoral para o trabalho, sem copiar nas minúcias o trabalho dos outros. 😉 Falei mais sobre isso neste post aqui. 

Filme recomendadíssimo pras crianças, adultos, família, todo mundo. São 2 horas de muita diversão, risadas e lições de vida valiosas. Vale a pena assistir! 😉

Se interessou pelo filme? Confira o trailer:

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio

Continue Reading

“A Incrível História de Adaline”

Este final de semana fiz algo que fazia tempo que não acontecia: passei a noite de sábado na companhia de mim mesma e foi uma das melhores coisas que aconteceram na minha semana.

Ouvi músicas, fui para o Starbucks sozinha e assisti filmes que estavam na minha lista há tempos, dentre eles: “A Incrível História de Adaline”.

the-age-of-adaline-2015-movie-poster

Primeiro de tudo: Blake Lively. Que aberração da humanidade é essa mulher? Sempre me encanto pela beleza dela! Maravilhosa, tem o cabelo mais deuso do universo e eu acompanho-a desde Gossip Girl (inclusive, sdds <3).

Adaline Bowman passa por mutações genéticas de modo que o tempo não faz mais efeito sob seu corpo. Vive anos a fio, torna-se uma pessoa ultra sábia e vivida em um corpo de 29 anos.

adaline

Em decorrência disso, vive fugindo, negando sua identidade, não se permite viver intensamente e não se entrega às pessoas que cruzam seu caminho.

theageofadaline5

Até que, em uma conversa com a sua filha, decide assumir de vez sua peculiaridade de vida eterna e viver um amor que acabou de conhecer. E QUE AMOR! <3

O novo amor da vida de Adaline era ninguém mais, ninguém menos que Ellis Jones, interpretado Michiel Huisman, um dos personagens de Game of Thrones – não sou uma Throne fan, não sei ao certo quem ele é na série, sorry.

theageofadaline6

No desenrolar do filme, ocorre o ponto alto da trama: Adaline conhece a família de Ellis e nota que seus caminhos já foram traçados por ali. Os envolvidos vivem um verdadeiro flashback de emoções – para não dizer um flashback de insanidade -, MUITO BEM transmitido pelo pai de Ellie, Willian Jones, representado pelo icônico Harrison Ford (meu eterno Han Solo! <3).

theageofadaline4

Fazia um bom tempo que eu não assistia a um drama tão bom e que mexesse tanto comigo. Roteiro genial, atores escolhidos à dedo, fotografia maravilhosa e a moral da história de que envelhecer é fantástico.

Hoje em dia vivemos um culto à beleza eterna, com tratamentos estéticos à rodo, clínicas que oferecem verdadeiros milagres, botox, plásticas, cremes faciais e esquecemos da verdadeira essência da vida: as marcas da experiência.

O filme está disponível no Netflix e recomendo que assistam. Garanto que serão 90 minutos muito bem aproveitados do dia de vocês. 😉

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio

Continue Reading

O crème de la crème de 2015

Feliz ano novo, pessoal! 🙂

Esse post era pra ter saído no final de dezembro que foi uma correria danada – aliás, alguém sabe explicar POR QUÊ RAIOS o final de dezembro é sempre uma correria infinita que nos traz a sensação de não dar conta de nada? Comigo sempre acontece! rs

Mas como ainda estamos no comecinho de janeiro, acho que vale um post com o balanço anual de 2015, né? hahaha

Separei algumas categorias de coisas e experiências que tive ao longo do ano para compartilhar aqui para vocês.

1. FILME DO ANO

Alguém teria alguma dúvida de que eu não falaria de Star Wars – o Despertar da Força? hahaha

Fiz maior auê nas redes sociais nas vésperas do lançamento e todo auê valeu a pena. Achei o filme incrível e foi meu favorito de 2015. <3

starwars_rey_finn

Vale categorizar outro favorito? Claro que vale! Como filme de animação infantil, COM CERTEZA, Divertidamente ganhou o coração de muito adulto. Sacada incrível da Pixar, personagens densos. Enfim, maravilhoso! Vale muito a pena assistir!

divertidamente

 

2. SÉRIE DO ANO

Prendeu minha atenção, fiquei louca querendo terminar a primeira temporada, assisti tudo na sequência. How to Get Away With Murder foi minha série favorita de 2015, pela temática, pela trama, pelos personagens… tudo lindo! 🙂 Recomendo tb!

htgawm-cover

 

3. MÚSICA DO ANO

Esse ano não foi um ano de muitas novidades musicais para mim e as que ouvi foram de gêneros diferentes do que estou acostumada a ouvir, hahaha.

Em 2015, eu ouvi, reouvi, ouvi novamente e amei a Cheerleader do Omi, maior vibe gostosa! 🙂

 

4. SHOW DO ANO

Meu primeiro e único show de 2015: Foo Fighters. O show foi em janeiro, logo para começar o ano arrebentando. Para quem não sabe, Foo Fighters é minha banda favorita da vida toda e com certeza esse show ficará marcado. 😀

davegrohl

 

5. COMIDA DO ANO

Se teve uma coisa que eu comi bastante e fiquei viciada, foi a pipoca doce do Cinemark. Meu, que pipoca incrível! Qual será a mágica da receita dessa pipoca? Se alguém souber me marca aí! hahahaha

pipoca_doce

 

6. MAQUIAGEM DO ANO 

Ganhei o Big Beautiful Eyes… da Benefit esse ano e comecei a usá-lo meio despretenciosamente, até que hoje em dia eu não vivo mais sem! rs

Tem corretivo – que aliás, é o Boi-ing da Benefit, ele é EXCELENTE! Eu com certeza trocaria o Studio Finish da MAC velho de guerra por ele. Quando acabar o da paletinha, com certeza vou comprar outro -, tem dois tons de sombras rosadas e brilhantes (ótimas para dar uma vida na pálpebra móvel) e tb tem um tom de marrom opaco bem pigmentado ótimo para preencher as sobrancelhas (que ando viciada em fazer! ^^).

benefit

 

7. ATIVIDADE FÍSICA DO ANO

Vamos lá pq esse tópico é polêmico, rs. Quem me acompanha desde o ano passado sabe que eu descobri uma paixão nova nos esportes, que foi a corrida. Treinei pra caramba, levei a sério, contratei assessorias esportivas que me ajudaram muito, divulguei tudo isso exaustivamente nas redes sociais e em 2015, sei-lá-por-quê, eu desencanei da corrida.

SIM, não sei explicar o que houve exatamente, mas o fato é que eu perdi o tesão pela coisa, sabe?

Mas como aprendi durante o meu emagrecimento que se exercitar É PRECISO, eu não desisti. Eu desencanei da corrida, mas me apeguei em outra coisa. Vejo essas mudanças sempre pelo lado positivo, focar em outra coisa, aprender modalidades novas é muito legal tb. A atividade que mais pratiquei em 2015 foi a boa e velha musculação intercalada com aeróbicos intensos.

O meu amigo e personal Gui Cerino  me ajudou com os treinos MARA que ele cria, do jeito que eu gosto e eu levei a musculação mais a sério em 2015. Prometo abordar mais a fundo este assunto em outro post. 😉

 

IMG_20151117_123055

 

8. REDE SOCIAL DO ANO

Foi sucesso total na vida de todo mundo, a rede social favorita de 2015 não poderia ser algo diferente do SnapChat. O Snap foi a rede que nos deu acesso ao dia a dia nu e cru da galera que admiramos.

img_20151201_143914.jpg

 

9. YOUTUBER DO ANO

Outra rede social favorita que merece um tópico especial é o YouTube. Lá a gente encontra informações, pessoas lindas, vídeos interessantes e isso não podia ficar de fora da minha retrospectiva 2015, já que passei boas horas conectada no YouTube.

Minha youtuber revelação 2015 na modalidade gringa foi a Ingrid Nilsen. Cara, não sei explicar em palavras o quanto os vídeos dessa menina são interessantes! São divertidos, de edição simples, ela é clara no modo de falar e é faz total jus aos 3 milhões e tantos de inscritos no seu canal.

Além do canal principal, ela tb tem um canal secundário para vlogs e outros temas mais de bate-papo que eu adoro, é o The Grid Monster.

ingrid_nielsen

E a youtuber brasileira que eu continuei fã, cada vez mais fã em 2015, foi a Jout Jout. Quem não ama Jout Jout, afinal? hahaha

O humor dela é sensacional, os temas são ora divertidos, ora polêmicos e a edição é simples e eficaz. Vida longa à Jout Jout Prazer! <3

 

 

joutjout

 

UFA! A lista chegou ao fim e o que eu tenho a dizer sobre 2015 é que foi um ano ok, não foi dos meus melhores, mas teve lá seu valor, seus ensinamentos. Que venha 2016 com muita positividade, novos aprendizados e muitas novidades por aí! 😀

Obrigada pelo apoio de sempre, leitores queridos, sem vocês eu não levaria com tanto amor este blog. Felicidades a todos em 2016!

With Love,

Roberta Luglio. <3

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio

Continue Reading