Viver com menos // BEDA #10

Desde que li Marie Kondo “A mágica da arrumação” tenho desapegado cada vez mais fácil das coisas.

marie-kondo

(imagem reprodução)

Para quem não sabe, Marie Kondo criou um método para organizar melhor suas coisas e de tão certo que deu, abriu uma “consultoria” de organização para ajudar clientes.

A gente acumula coisa demais sem sentido que, segundo ela, o acúmulo acontece por apego ao passado ou medo do futuro. Acredito que 99% das pessoas não usa tudo que tem e acaba entulhando os espaços *preciosos* da casa com inutilidades.

Nos últimos tempos me desfiz de roupas que não usava mais porque meu estilo não combinava mais com as peças, me desapeguei de papéis, livros, utensílios de cozinha, itens de decoração etc. Preciso de menos, bem menos.

lixo

Para me ajudar no mindset/lifestyle, eu procurei diversos conteúdos para saber melhor como o minimalismo e o desapego funcionavam. No post de hoje, vou listar para vocês algumas recomendações.

 

Blog/Canal

1. Lar Possível, da Elisa Langsch. Ela também tem um canal.

Pesquisando sobre o tema “armário-cápsula”, acabei encontrando um vídeo dela e também o blog. Gosto muito das dicas que ela dá, tanto sobre estilo, como decoração.

2. Un-Fancy, da Caroline Joy Rector.

A Caroline é do Texas e possui um blog incrível sobre moda minimalista. Ela pratica o armário-cápsula, tem uma seção do blog dedicada para isso e dá várias dicas de estilo.

carolinejoy

3. Suspirare, da Ana Bonfim. 

Conheci o blog dela através do BEDA e adorei o post que ela escreveu sobre 5 coisas que ela deixou de consumir. Vale a pena ler! 😉

4. Canal da Marieli Mallman

A Marieli faz vídeos super divertidos sobre moda sustentável, coisas que podemos desapegar, DIY, bate-papos com café e agora está numa nova fase, pois mudou-se do Sul (não me recordo a cidade, sorry) para São Paulo. 🙂

 

Documentários

1. Minimalism: a documentary about the important things.

Já citei esse doc no post de Favoritos de Julho. Ele é muito bacana e mostra diversas pessoas pelo mundo vivendo no estilo minimalista de forma meio ~extrema. Dentro das devidas proporções da minha vida ainda apegadinha ao conforto do meu lar, dá vontade de colocar a vida dentro de uma mala e sair viajando o mundo, heh. Tem no Netflix.

2. We The Tiny Little House People

Pessoas vivendo em diversos tipos de casa, família, estilos de vida, todas em casas muito reduzidas, com poucos itens. Tem o doc no YouTube! <3

 

Filme

Um dos meus filmes preferidos: Into the Wild (tem no Netflix). Não é exatamente sobre minimalismo, mas mostra o desapego total de padrões sociais e um estilo de vida com 100% de liberdade.

intothewild

 

Tenho vários outros filmes, documentários e livros na minha lista para assistir/ler.

Alguém já viu esses? Tem mais algum para me indicar? Vou adorar saber!

Depois faço um outro post com mais referências atualizadas. 😉

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

 

grupo

Continue Reading

Favoritos de Julho // BEDA #6

Criei essa editoria em julho do ano passado para falar um pouco dos meus favoritos do momento.

Meu Deus! Não fazia ideia do tanto de tempo que fiquei sem postar! Sorry! Eu super me interesso por essas listas nos blogs que leio por aí e me servem muito como referência de ideias.

1. Estou lendo

livro rita lee

Rita Lee, uma autobiografia

Sou mega fã da Ritinha. Paulistana, sagitariana com ascendente em Aquário, mulher porreta e doida de tudo. Me identifico demais com essa figura. A leitura é leve, as histórias são diversas e cativantes. Recomendo muito!

2. Assisti 

minimalism

“‘Minimalism’: um documentário sobre as coisas importantes”

Dia desses vi o documentário sugerido pelo Netflix. Apertei play sem muitas expectativas e vi sentido em muita coisa colocada ali. O documentário mostra como a gente vive imerso na falsa necessidade de consumir para estar no padrão e mostra também que grande culpa desse anseio por consumir é da publicidade e das redes sociais. ¯\_(ツ)_/¯

Tenho trabalhado bastante a mente para entender o que é realmente necessário para viver e para ver as coisas que tenho como suficientes. Depois que li o livro da Marie Kondo, tenho pensado bastante antes de comprar peças de roupas e tenho desapegado mais fácil das coisas que não uso mais.

Falando nisso, criei até uma lojinha no Enjoei com os meus desapegos e em breve pretendo subir mais alguns itens.

3. Fazendo zines

zines

Zines! Sim, agora tenho um hobby para chamar de meu.

Tenho histórias de monte na cabeça e talento de menos para ilustrá-las, hahahaha, mas sigo persistente. Tenho tentado algumas técnicas de ilustração, colagem, teste de papéis, canetas <3, materiais etc.

Desde criança eu sempre fui viciada em artigos de papelaria. Voltar a ter contato com essas coisas me faz voltar no tempo e tem funcionado até como terapia: acalma a cabeça, serve pra colocar as ideias pra fora e ainda tem a oportunidade de compartilhar a “obra” com os amigos. Show de bola.

Em breve pretendo fazer um post só falando sobre meus zines, artistas e ilustradores que sigo, zines que tenho etc. 😉

4. Pinei no Pinterest

pinterest1

– esses tons de branco, preto, cinza e millenium pink estão em tudo quanto é lugar, né? Eu juro que tento não seguir modinha, mas poxa, são minhas cores favoritas! Fico mega sugestionada a pinar esses ambientes encantadores.

– carimbos de cactus: cacto também é modinha, mas carimbo fica tão legal no papel. Tô tentando desenvolver uns carimbinhos maneiros para os meus zines. Aguardem.

– tenho pesquisado bastante referência para ilustrar. Gostei dessa menina com a cara enterrada no livro, hehe.

 

Esse foi um pouco do meu mês de Julho e espero seguir firme com essa editoria 😀

Beijoca!

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Continue Reading