Vikings // BEDA #23

Ando viciada em Vikings. Série boa que tem lá na terra abençoada, aka Netflix.

Não assisti Game of Thrones ainda, mas dizem que é parecido, não sei, não sei mesmo. Mas oh, se eu fosse vocês eu assistiria Vikings porque é incrível, tem batalha, tem sangue, tem joguinho, tem intriga, tem dominação, tem aquele caos que todo mundo adora.

Além disso, tem:

rollo

ragnar

lagertha

 

Gentão da porra.

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

20431177_10155557924597556_19488188861920874_n (1)

Viver com menos // BEDA #10

Desde que li Marie Kondo “A mágica da arrumação” tenho desapegado cada vez mais fácil das coisas.

marie-kondo

(imagem reprodução)

Para quem não sabe, Marie Kondo criou um método para organizar melhor suas coisas e de tão certo que deu, abriu uma “consultoria” de organização para ajudar clientes.

A gente acumula coisa demais sem sentido que, segundo ela, o acúmulo acontece por apego ao passado ou medo do futuro. Acredito que 99% das pessoas não usa tudo que tem e acaba entulhando os espaços *preciosos* da casa com inutilidades.

Nos últimos tempos me desfiz de roupas que não usava mais porque meu estilo não combinava mais com as peças, me desapeguei de papéis, livros, utensílios de cozinha, itens de decoração etc. Preciso de menos, bem menos.

lixo

Para me ajudar no mindset/lifestyle, eu procurei diversos conteúdos para saber melhor como o minimalismo e o desapego funcionavam. No post de hoje, vou listar para vocês algumas recomendações.

 

Blog/Canal

1. Lar Possível, da Elisa Langsch. Ela também tem um canal.

Pesquisando sobre o tema “armário-cápsula”, acabei encontrando um vídeo dela e também o blog. Gosto muito das dicas que ela dá, tanto sobre estilo, como decoração.

2. Un-Fancy, da Caroline Joy Rector.

A Caroline é do Texas e possui um blog incrível sobre moda minimalista. Ela pratica o armário-cápsula, tem uma seção do blog dedicada para isso e dá várias dicas de estilo.

carolinejoy

3. Suspirare, da Ana Bonfim. 

Conheci o blog dela através do BEDA e adorei o post que ela escreveu sobre 5 coisas que ela deixou de consumir. Vale a pena ler! 😉

4. Canal da Marieli Mallman

A Marieli faz vídeos super divertidos sobre moda sustentável, coisas que podemos desapegar, DIY, bate-papos com café e agora está numa nova fase, pois mudou-se do Sul (não me recordo a cidade, sorry) para São Paulo. 🙂

 

Documentários

1. Minimalism: a documentary about the important things.

Já citei esse doc no post de Favoritos de Julho. Ele é muito bacana e mostra diversas pessoas pelo mundo vivendo no estilo minimalista de forma meio ~extrema. Dentro das devidas proporções da minha vida ainda apegadinha ao conforto do meu lar, dá vontade de colocar a vida dentro de uma mala e sair viajando o mundo, heh. Tem no Netflix.

2. We The Tiny Little House People

Pessoas vivendo em diversos tipos de casa, família, estilos de vida, todas em casas muito reduzidas, com poucos itens. Tem o doc no YouTube! <3

 

Filme

Um dos meus filmes preferidos: Into the Wild (tem no Netflix). Não é exatamente sobre minimalismo, mas mostra o desapego total de padrões sociais e um estilo de vida com 100% de liberdade.

intothewild

 

Tenho vários outros filmes, documentários e livros na minha lista para assistir/ler.

Alguém já viu esses? Tem mais algum para me indicar? Vou adorar saber!

Depois faço um outro post com mais referências atualizadas. 😉

 

Me encontre nas redes sociais:

Facebook | Instagram 

 

grupo

Três do Mês #2

Já passamos da metade do mês e eu ainda não postei os Três do Mês de Agosto. Ces me perdoam, né? hahaha.

Agosto foi um mês incrível e ao mesmo tempo insano pra mim, cheio de acontecimentos na vida profissional e serviu muito para eu desconstruir aquelas bad vibes que o mês normalmente tem. 🙂

Quem leu o primeiro Três do Mês de Julho já sabe: nessa série mensal de posts eu mostro as três coisas mais bacanas que eu vi, vivi, li, comi, comprei, visitei etc no mês anterior.

1. Café

Eu finalmente consegui conhecer um café que eu morria de vontade de ir, o Por um Punhado de Dólares. Café delícia, métodos bem bacanas, bolos gostosos e uma experiência ímpar.

img_20160806_165418468-01-02

Tem resenha completa neste post aqui. 

 

2. Compras

Eu sou muito, mas muito, relapsa para capinhas de celular, tablet etc. O celular uso sem capinha nenhuma e o iPad eu uso uma capinha que ganhei há uns 3 anos atrás e nunca troquei, hahaha.

Por uma sorte das interwebs, um dia entrei no site da Imaginarium e achei essa capinha de máquina de escrever pela bagatela de R$39. Há um tempo atrás eu vi uma foto do case de notebook com essa arte e me apaixonei.

img_20160816_102516099-02

Agora meu iPad tá de cara nova, bem lindão e o achado foi por preço amigo.

 

Uma outra comprinha que fiz e que estava querendo há um tempo, foi o batom líquido do Pausa para Feminices, o Hermione e o corretivo líquido Niina Secrets para T.Blogs, na cor 03.

img_20160917_125114838-01

É um marrom, malva, arroxeado de uma paleta de tons frios (gostaram da explicação? hahaha). Foi a primeira vez que usei batom líquido, acreditam? Achei a textura dele bem diferente do batom em bala, o toque nos lábios é bem seco e a cor dura bastante. A desvantagem que achei é que vai saindo na parte interna da boca e a parte externa fica lá intacta, o que não acontece comigo quando uso batons em bala.

Comprei na loja online da T.Blogs, o batom saiu R$26,29 e o corretivo saiu R$33,90.

 

3. Série

Passei o mês de agosto simplesmente viciada em Orphan Black. Que série foda! <3

aa_orphanblack_thumbnail_s2_02_web

A série é de drama/suspense, cujo tema principal é clonagem humana. Para mim, o mais incrível da série é ver como cada clone leva uma vida diferente, como cada uma tem personalidade peculiar e histórias distintas, apesar da mesma origem genética. Vale super a pena dedicar algumas horas (ou dias, :P) para assistir Orphan Black.

Virei muito fã de Tatiana Maslany, a atriz protagonista que interpreta os vários clones. <3

 

Essas foram minhas experiências e coisinhas de Agosto, espero que tenham gostado! 😉

Nos vemos por aí! :*

Siga o blog nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter 

Três do Mês #1

Começando no segundo semestre (por que não?) uma série nova aqui no blog, a Três do Mês. 

Nessa série postarei três coisas aleatórias que conheci, vi, fiz, aprendi, me inspirei, li, whatever no mês anterior. Julho foi um mês cheio de coisas bacanas e quero compartilhar algumas aqui com vocês. 

Começando pela caneca (tinha que ter uma caneca, né? :D) mais nova da minha coleção, a Not Today Satan, da IdealShop. Amei essa arte! <3

Comprei pelo e-commerce da marca e super recomendo a compra! Toda vez que precisei falar com eles, foram muito atenciosos. 🙂

satan

 

Vocês viram minha wishlist literária que postei há alguns dias atrás? Pois bem. Terminei esses dias o livro da Jout Jout e adorei! Leitura fácil, agradável, sobre temas da vida cotidiana de todo e qualquer ser humano.

Não sei vocês, mas tenho épocas que saturo um pouco de vídeos e por isso achei o livro uma solução bacana de entretenimento, haha. A linguagem é a mesma que a Jout Jout usa nos vídeos, mas em uma “plataforma” diferente, se é que me entendem.

IMG_20160802_111412682-02

IMG_20160721_082019651-01

 

Assim como a caneca, não podia faltar uma série aqui. Sou Netflix addicted assumida mesmo.

A série bombou nas redes sociais e eu não podia deixar de assistir Stranger Things. Oito episódios. Anos 80. Suspense. Fotografia muito boa. Crianças resolvendo mistérios. Não tem como ser ruim.

starnger-things-kids

Eu e meu namorado terminamos a série e continuamos desenvolvendo teorias sobre uma 2ª temporada com algumas possíveis pontas soltas. Tomara que role, né? 🙂

 

E vocês, viram essa série? Leram algum livro? Me contem! Vou adorar saber! 🙂

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook | Instagram | Twitter | Snapchat: robertaluglio

Vídeo: TAG Séries!

Fazia muito tempo que eu queria gravar esse vídeo porque eu sou simplesmente apaixonada por séries! <3

Aqui vai uma declaração: Netflix, eu te amo! 😀

Assistam ao vídeo e me contem quais são as séries favoritas de vocês também!

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio

“A Incrível História de Adaline”

Este final de semana fiz algo que fazia tempo que não acontecia: passei a noite de sábado na companhia de mim mesma e foi uma das melhores coisas que aconteceram na minha semana.

Ouvi músicas, fui para o Starbucks sozinha e assisti filmes que estavam na minha lista há tempos, dentre eles: “A Incrível História de Adaline”.

the-age-of-adaline-2015-movie-poster

Primeiro de tudo: Blake Lively. Que aberração da humanidade é essa mulher? Sempre me encanto pela beleza dela! Maravilhosa, tem o cabelo mais deuso do universo e eu acompanho-a desde Gossip Girl (inclusive, sdds <3).

Adaline Bowman passa por mutações genéticas de modo que o tempo não faz mais efeito sob seu corpo. Vive anos a fio, torna-se uma pessoa ultra sábia e vivida em um corpo de 29 anos.

adaline

Em decorrência disso, vive fugindo, negando sua identidade, não se permite viver intensamente e não se entrega às pessoas que cruzam seu caminho.

theageofadaline5

Até que, em uma conversa com a sua filha, decide assumir de vez sua peculiaridade de vida eterna e viver um amor que acabou de conhecer. E QUE AMOR! <3

O novo amor da vida de Adaline era ninguém mais, ninguém menos que Ellis Jones, interpretado Michiel Huisman, um dos personagens de Game of Thrones – não sou uma Throne fan, não sei ao certo quem ele é na série, sorry.

theageofadaline6

No desenrolar do filme, ocorre o ponto alto da trama: Adaline conhece a família de Ellis e nota que seus caminhos já foram traçados por ali. Os envolvidos vivem um verdadeiro flashback de emoções – para não dizer um flashback de insanidade -, MUITO BEM transmitido pelo pai de Ellie, Willian Jones, representado pelo icônico Harrison Ford (meu eterno Han Solo! <3).

theageofadaline4

Fazia um bom tempo que eu não assistia a um drama tão bom e que mexesse tanto comigo. Roteiro genial, atores escolhidos à dedo, fotografia maravilhosa e a moral da história de que envelhecer é fantástico.

Hoje em dia vivemos um culto à beleza eterna, com tratamentos estéticos à rodo, clínicas que oferecem verdadeiros milagres, botox, plásticas, cremes faciais e esquecemos da verdadeira essência da vida: as marcas da experiência.

O filme está disponível no Netflix e recomendo que assistam. Garanto que serão 90 minutos muito bem aproveitados do dia de vocês. 😉

 

Acompanhe o blog nas redes sociais:

Facebook <3 Instagram <3 Twitter <3 Snapchat: robertaluglio